02/07/2015 12:23 por Ana Paula Soares, Ascom INCT-MC

INCT para Mudanças Climáticas lança portal, cartilhas e vídeos sobre sustentabilidade na 67ª SBPC

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT) lança, durante a 67ª Reunião da SBPC, uma série de materiais de popularização da ciência, abordando temas relacionados aos impactos das mudanças ambientais globais na segurança alimentar, segurança energética, segurança hídrica, biodiversidade, saúde humana e desastres naturais. O INCT estará no estande nº 58 da Expo T&C, evento paralelo à programação científica da SBPC, que acontece de 12 a 18 de julho de 2015 em na UFSCAR, em São Carlos, SP.

Para a faixa etária de 11 a 15 anos, foram produzidas seis cartilhas, ilustradas pelo cartunista Jean Galvão, da Folha de S. Paulo e da revista Recreio. A versão impressa das cartilhas será distribuída gratuitamente na Expo T&C. Para estudantes de ensino médio e superior, seis vídeos educacionais trazem entrevistas com pesquisadores que realizam pesquisas sobre os impactos das mudanças climáticas nas áreas de agricultura, energia, recursos hídricos, biodiversidade, saúde e eventos extremos.

cartilhas

Esses e outros materiais estarão disponíveis no novo portal do INCT para mudanças climáticas, que também será lançado na SBPC. No estande, os visitantes terão a oportunidade de navegar pelo portal, que traz seções com conteúdo específico para pesquisadores, educadores, estudantes, meios de comunicação e formuladores de políticas públicas.

Na área do Pesquisador, é possível acessar as mais de 1.500 publicações produzidas pelos cerca de 400 membros do INCT para Mudanças Climáticas durante seis anos de vigência do projeto. O mecanismo de busca permite localizar a publicação por título, autores, área de pesquisa, palavra-chave, data, entre outros filtros.

A área Estudante traz conteúdos e atividades divididas por faixa etária. Os pequenos, de 7 a 10 anos, podem imprimir ilustrações do cartunista Jean Galvão para colorir e assistir ao desenho animado “O futuro que queremos”. Os maiores, de 11 a 15 anos, podem acessar cartilhas educacionais e testar seus conhecimentos sobre os temas abordados nas publicações, respondendo ao Quiz. Na área destinada à faixa de 16 a 21 anos, estão disponíveis os vídeos e o teste da Pegada Ecológica, que avalia os seus hábitos de vida e de consumo e o quanto eles impactam o ambiente.

O INCT para Mudanças Climáticas é uma abrangente rede de pesquisas interdisciplinares em mudanças climáticas e se embasa na cooperação de 90 grupos de pesquisa de 108 instituições e universidades brasileiras e 18 estrangeiras. Envolve mais de 400 pesquisadores, estudantes e técnicos, constituindo-se na maior rede de pesquisas ambientais já desenvolvida no Brasil.

O INCT para Mudanças Climáticas está sediado no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais(INPE), em São José dos Campos, SP, e opera estreitamente vinculado a outras redes de pesquisa em mudanças climáticas. Em primeiro lugar, está diretamente associado à Rede CLIMA (Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Também está associado a vários programas de pesquisa em mudanças climáticas, em particular ao Programa FAPESP Mudanças Climáticas.